terça-feira, outubro 13, 2009

A volta dos que nao foram...


God dag alle sammen!!...espero que todos estejam bem...por aqui vamos bem, curtindo a chegada precipitada do outono, com muita chuva, baixas temperaturas e muita ventania...o verao foi xoxo...na verdade, xoxissimo!!....os noruegueses ficaram desesperados com o calorzinho xoxo e "abriram as carteiras" a pagar pequenas fortunas para viajarem para terras quentes...quem nao podia viajar, teve que se contentar com um dia ou outro de sol...:C
Como nos nao podiamos viajar mesmo, marido foi fazer umas renovacoes no porao na casa...
Nossa filhinha, Ida Marlene (o Marlene e em homenagem a minha mamys), nasceu dia 12 de agosto, como eu previ e nao o ultrassom...mae sabe dessas coisas, ne!!...
A Maternidade de Bergen esta passando por umas renovacoes que nao agradou muito a maioria das futuras mamaes...cortes no orcamento fizeram necessario o fim do Hotel de Pacientes para as mamaes...la era otimo, pois moravamos num apto como se estivessemos num hotel...quarto, banheiro, tv, sofa, internet, varanda....mas, agora, a nova opcao e dividir o quarto da maternidade com 3 outras mamaes dentro da propria maternidade...para mim tanta faz, desde que meu bebe esteja bem e saudavel....mas noruegues nao esta acostumado com essas coisas..e reclamam e muitooooo mesmo....em compensacao construiram quartos (ou salas de parto) lights e deliciosas para o conforto das futuras mamaes com banheiras imensas, enfeitadas com velas em volta para criar um clima de relaxamento, cama confortavel, puff, etc....
Enfim, Ida Marlene e um doce...nao da trabalho mesmo e adora dormir, como o resto da familia...zzzzzzzzzzzzzzz...dorme das 23:30 ate as 8.00 da manha...preciso mais que isso??...
Agora e so curtir minha licenca gestante que vai ate 20 de maio...volto para o trabalho, marido tira as 10 semanas de licenca papai dele, e saio de ferias no meio de julho para curtir com a familia toda + mamae.....obaaaaaaa!!!

Mas vcs sabem que esse negocio de diferencas culturais, as vezes cansa...pois e, a Ida Marlene ganhou um lindo par de brincos de presente de uma amiga...mas quem disse para vcs que encontramos alguem que faca furos nas orelhas de um bebe??...todos lugares que pergunto, as pessoas perguntam a idade, dai digo que e um bebe, eles olham com os olhos estatelados...hehehe...."Oh!, sinto muito, mas so furamos orelhas de criancas maiores de 5 anos"...e nao adianta insistir!!...Enfim, tem uma unica loja em Bergen que faz furinho (logico que e uma loja de piercing, ne) e por conta disso cobram o dobro do preco...mas, nao vai ter jeito...vou ter que ir la e fazer os tais furinhos...ainda bem que ninguem disse nada esquisito para mim, ou iriam escutar...assim, como respeito a cultura deles, quero que respeitem a minha tb, ne!!...

Bem, as ferias de verao se foram e agora os noruegueses, apos as eleicoes, se preparam para o periodo de frio e escuridao...as pessoas recolhem os moveis dos jardins e comecam a preparar as casas para que fiquem mais aconchegantes e quentes para a chegada do inverno...
Tempo de dar um geral na pilha de lenhas, pendurar as cortinas mais pesadas, colocar as mantas mais grossas nas camas...
Os dias vao ficando mais curtos, e as pessoas tendem a se fecharem mais tb...
As arvores e montanhas ganham lindas tonalidades de outono em tons de amarelo, marrom, laranja e vermelho...logo mais todas as folhas se vao e nada mais resta do bela e florida primavera...
Eu gosto do outono...e uma epoca bem familiar do meu ponto de vista...a gente fica mais dentro de casa e tem um maior contacto com nossos queridos...e delicioso se aquecer ao lado da lareira, tomar um caldo quente e jogar conversa fora com os filhos e o marido....
Quanto a familia, todos vao bem...Christian esta no Brasil com minha mae e irma...Aline comecou no VK2 na linha de danca em Bergen e Daniel comecou na primeira serie....
Daniel fica, apos a escola, na SFO (um "tributo" oferecido a criancas da 1 a 4 serie)...la eles brincam, comem lanche, fazem tarefa, participam de atividades patrocinadas pelos adultos da SFO...e um tributo pago, como tudo na Noruega...:C
Na verdade, ele nem precisaria ficar, ja que moramos quase do lado da escola..mas, ele quer brincar com os amigos e se sente sozinho em casa...enfim, decidimos que essa seria a melhor opcao para ele...e ele adora!!...tanto que as vezes, ate esquece de vir para a casa...hehehe

HVA SKJER I NORGE?? OQUE ACONTECE NA NORUEGA??


1.Hoje vem a publico, a "Budsjett" norueguesa...ou seja, aonde e quando o governo noruegues vai usar o dinheiro do orcamento anual...todo ano e muito bate-boca, pois muitos esperam e nao conseguem nada...outras areas que precisam, tem seus orcamentos diminuidos (ou cortados), causando muita dor de cabeca e cortes prejudiciais...
Geralmente, as outras cidades e comunidades, se sentem deixadas para tras e inferiorizadas em relacao a Oslo que consegue as maiores fatias do orcamento...enfim, vamos esperar e ver oque acontece este ano....mas que tera muita gente insatisfeita novamente, isso tera com certeza!!..vamos ver quem vai sair ganhando desta vez...espero que saude, idosos, educacao, pobres e criancas estejam em primeiro plano....
Link:http://www.bt.no/nyheter/innenriks/Slik-paavirkes-din-lommebok-948096.html

2.Outro assunto que sempre causa polemica e "imigrantes"....a cada dia, novas reportagens enchem os jornais sobre as mudancas drasticas que a imigracao vem causando a sociedade norueguesa....segundo alguns antropologos, se o governo nao passar a controlar melhor o numero de imigrantes e asilados, as consequencias poder ser muito serias para a Noruega do futuro...
naoque eles nao estejam de acordo ou nao queiram a presenca de imigrantes, muito pelo contrario...a maioria dos imigrantes se integra bem, trabalham, estudam, formam familia e vivem bem lado a lado com sua propria cultura e a culura norueguesa...
Mas, tem outros tantos, que vem para ca e passam a exigir que o pais e os noruegueses aceitem suas regras...e o pais como e muito bonzinho, acaba abrindo excessoes aqui e acola que nao agradam nem um pouco aos noruegueses...
Geralmente, sao os asilados ou imigrantes de terras arabes que exigem mais...isso vai desde aulas de natacao separadas para os meninos e as meninas; guarda-roupas separados para as meninas de origem arabe; o uso ou nao do manto na cabeca dentro das salas de aula; tem que ter comida separada pros presos/idosos e doentes de origem arabe e assim vai....eles mudam de pais e querem que o pais que os recebe esteja de acordo com as suas regras....entao para que mudou de pais, nao e mesmo???...cada uma viu!!
Nao e a toa que os noruegueses estao cada vez mais negativos quanto ao alto numero de asilados e imigrantes de paises arabes e de alguns paises europeus tb...
Link:http://www.bt.no/meninger/kronikk/article799186.ece

3.Os idosos noruegueses nao sao gente acostumada com desonestidade...eles confiam em tudo e em todos...muitos acabam por perder toda a sua pensao, por conta de ajudantes desonestos que deveriam ajuda-los no dia a dia e e acabam por rouba-los...
A historia e que muitos idosos tem "ajudantes" quem vem 1/2 vezes por semana para leva-los ao medico, ao banco, as compras, para passear ou ajudar nos afazeres domesticos...mas tem muita gente que pega confianca nos ajudantes e lhes da cartao de banco e senha...muitos ajudantes acabam por fazerem diversos saques na conta do idoso, que so sao percebidos muito tarde...
Tem que ficar esperto, viu!!

4. Falando ainda sobre os idosos...aqui tem a mafia dois ajudantes...ou seja, bandidos (noruegueses e, claro, a maioria estrangeiros :C), que falsificam credenciais e ficam espionando a rotina dos verdadeiros ajudantes...assim, acabam se apresentando antes do horario que o ajudante verdadeiro viria, mostram suas credencias, entram na casa do idoso e roubam tudo que e possivel...
Quando o ajudante verdadeiro chega, nao tem muita coisa que fazer...a sorte e que a maioria nao usa violencia contra esses pobres idosos, ou a coisa iria ficar feia!!
link:http://www.ba.no/nyheter/article4606250.ece


UM POUCO DE NORUEGA....

A história do bacalhau

Originário das águas frias e límpidas dos mares que circulam o Pólo Norte, o bacalhau é um alimento milenar: registros mostram a existência de fábricas para seu processamento na Islândia e na Noruega desde o século IX.

O mercador holandês Yapes Ypess foi o primeiro a fundar uma indústria de transformação na Noruega, por isso, é considerado o pai da comercialização do peixe industrializado. A partir de então, a demanda pelo peixe passou a crescer na Europa, América e África, o que proporcionou o aumento do número de barcos pesqueiros e de pequenas e médias indústrias pela costa norueguesa, transformando a Noruega no principal pólo mundial de pesca e exportação do bacalhau.

Secar ao ar livre
Mas os grandes pioneiros no consumo do bacalhau são os Vikings que, ao descobrirem o peixe, passaram a secá-lo ao ar livre (na época o sal não existia) até endurecer – perdendo cerca da quinta parte de seu peso – para poder consumi-lo aos pedaços em suas longas viagens marítimas.

Antes da industrialização do bacalhau, os bascos – cujo território atualmente está espalhado em províncias da Espanha e da França – já comercializavam o bacalhau. Como já conheciam o sal, eles começaram a salgar o pescado para aumentar sua durabilidade. O bacalhau passou a ser comercializado curado e salgado por volta do ano 1000. Os bascos expandiram o mercado do bacalhau, tornando-o um negócio internacional porque o sal não deixava que o peixe estragasse com facilidade. Quanto mais durável o produto, mais fácil era sua comercialização. Como a geladeira só foi inventada no século XX, os alimentos que estragavam rapidamente tinham comércio limitado.

Alimento durável e "frio"
Então, já na idade medieval, o bacalhau ganhou o título de alimento durável e com sabor mais agradável que o dos outros pescados salgados. Para a população pobre que raramente podia comprar peixe fresco, o bacalhau era um prato "cheio" porque era barato e tinha alto valor nutritivo.

A soberania da Igreja Católica foi outro facilitador para seu comércio: o catolicismo impunha dias de jejum – que compreendiam as sextas-feiras, os quarenta dias da quaresma e muitos outros dias do calendário cristão – nos quais se proibia a ingestão de comidas "quentes" como as carnes; somente as comidas "frias", como os peixes, eram permitidas. Assim, a carne passou a ser proibida em quase metade dos dias do ano, e os dias de jejum acabaram se tornando dias de bacalhau salgado.

Desde 1843
O hábito brasileiro de saborear bacalhau é herança da colonização portuguesa, que começou a se disseminar a partir do descobrimento do Brasil. Mas somente com a chegada da corte portuguesa e dos comerciantes lusos no país, no início do século XIX, que o consumo do pescado foi impulsionado e difundido entre a população.

No mesmo período, o Brasil estreita os laços comerciais com a Noruega e começa a importar o Bacalhau: a primeira exportação oficial do produto aconteceu em 1843. Hoje cerca de 95 porcento do bacalhau consumido no Brasil tem sua origem na Noruega.

Enraizou à culinária do país
Caracterizado inicialmente como um alimento barato, sempre presente nas mesas das camadas populares, o bacalhau virou artigo elitizado depois da Segunda Guerra Mundial. Como havia escassez de alimentos em toda a Europa, o preço do pescado subiu e seu consumo ficou restrito: passou a ser consumido apenas nas principais festas cristãs.

Com o passar dos anos, o peixe se enraizou à culinária do país e conquistou definitivamente o paladar dos brasileiros, estimulando chefs e apreciadores a prepararem receitas criativas e saborosas. Tanto que se tornou tradição comer bacalhau em épocas festivas e de confraternização como Semana Santa e Natal

Iguarias com o nobre pescado estão sempre presentes nos bons restaurantes e nos cadernos de receitas das donas-de-casa brasileiras. Graças a sua versatilidade, o peixe pode ser preparado de diversas formas e se adapta a uma infinidade de receitas. O bolinho de bacalhau, por exemplo, é preparado de forma muito peculiar no Brasil e se tornou uma preferência nacional.


10 comentários:

DO disse...

Kelly,vc falou tudo: nas maternidades o importante é a saude e o bem estar dos bebês. Importante que a Ida Marlene tenha chegado bem e com muuita saude. Desejo muitas ,mas muitas FELICIDADES a ela e que traga muitas alegrias a todos vcs.

Achei muito interessante a historia do bacalhau. Abençoada internet que nos traz estas info.

Beijão e uma mega semana a vc.

Richard disse...

Muito legal o seu post! Interessante saber dessa historia dos imigrantes, especialmente quando a gente é um tambem. Espero que eles achem uma solucao, eh dificil fechar as portas mas eh preciso avaliar as consequencias...
Tudo de bom pra vc e sua familia! Muito bonita sua flha :)

Anônimo disse...

Adoro ler seu blog e confesso que sinto saudades quando voce desaparece.Mas sei que foi por uma bela causa dsta vez. Que sua bebezinha traga muita alegria para voce e sua familia.
Interessante a historia do bacalhau e pensar que o noruegues gosta mesmo e do bacalhau fresquinho e nao o salgado como os brasileiros.
Kelly, muito chato isso tudo com os imigrantes. Uns fazem e os outros pagam o pato tambem.
Beijos para voce de Salvador
Heloisaprado@hotmail.com

Celia disse...

Que bom que vc voltou. Adoro vir aqui e ler o que vc relata. Aqui tb estamos no outono mesmo. As arvores estao lindas. Essa estacao é muito bonita.
Sua rincesa está linda, já com os brinquinhos. Aqui nao é diferente com relacao aos brincos. que bom q vc conseguiu. Abraco na familia. Bj

DO disse...

Oi,KELLY

Vim te convidar pra comigo comemorar mais um aniversário do "Ramses".

Tem novidade por lá.


Beijos!!

Ju disse...

Oi Kelly! Bem interessante o seu comentário sobre o comportamento dos exilados árabes na Noruega. Eu moro num país árabe e tenho que me comportar de acordo com a cultura deles, como não comer ou beber em frente os mesmos durante o ramadan (no período de jejum), usar roupas "comportadas", não beber bebida alcoólica em local público, etc. Aceito isso perfeitamente pois estou dentro do país deles, mas acho que muitas das exigências que eles fazem nos países que o recebem não são justas, afinal como a gente tem que se adaptar a cultura deles eles também deveriam fazer o mesmo se vivem numa outra cultura. Meu blog ta bem desatualizado mas ainda vou escreever mais por lá.
PS Escreva mais sobre como é o tratamento para as gravidinhas e durante o parto na Noruega please! rsrs
Um abraço!!

Anônimo disse...

Oi Kelly, primeiramente parabéns pela linda princesinha.Ela é tua cara!:p
Adoro ler seu blog e seus comentários. Sinto falta quando vc some. Vê se não desaparece mais.
Imigrante é um caso sério e arabe então, nem me fale.Em todos os países europeus eles dão uma de querer exigir. A Noruega tem mais que coloca-los em seu lugar, não estão contentes e como vc diz:peguem o primeiro voo de volta pra casa, uai!
Beijos e muitas felicidades pra ti e sua bebe
Miriamleitao@itelefonica.com

Anônimo disse...

Kelly,

Que bom que vc voltou !!!! Com tantas coisas para contar e principalmente com notícias da Ida Marlene. Mandei um cartão virtual para vc, espero que tenha recebido. Obrigada por tudo amiga. Obrigada mesmo. Um beijão pra vc, Aline, Christian, Lollo e Ida. Que DEUS te abençõe amiga.
Um beijo em seu coração.
Beth

Anônimo disse...

oieee
Tudo bem!
Nossa quanto tempo nåo visitava aqui!!
Puxa vc agora tem uma filhinha...Parabens!!!!!!
Muitas felicidades e saude!!!
Ana Alice

Magui disse...

Desejo que sua filhinha esteja bem e com saúde.Ficar sozinha em um quarto ou no máximo uma parturiente a mais é o ideal mas se não tem , vale o que tem.Qt o brinco na orelha, não sei de onde é o seu costume mas eu acho que não é no Brasil todo.Furo na orelha deve ser opção da menina.